Renda Básica Emergencial, veja quem tem direito.

Publicidade - OTZAds

O programa Renda Básica Emergencial foi criado devido a pandemia de Covid-19; saiba se você tem direito.

Com o isolamento social, milhares de pessoas foram afetadas financeiramente no país.

Porém, as pessoas não foram as únicas afetadas.

A economia também entrou em estado de alerta.

Por conta disso, diversas empresas viram seu faturamento cair.

Publicidade - OTZAds

Grande parte delas tiveram suas atividades encerradas.

Isso sem contar os autônomos, que muitas vezes, não tiveram renda mensal para pagar as contas.

Dessa forma, o país vivenciou demissões em massa no mercado de trabalho.

Algumas empresas também optaram por suspender o contrato de trabalho

Ou seja, alguns funcionários

Essa foi uma forma de cortar alguns gastos durante o período.

Devido a isso, o governo criou um benefício que fornece ajuda financeira as pessoas.

O objetivo é auxiliar de alguma forma as pessoas que foram impactadas pela crise.

Publicidade - OTZAds

Contudo, no início esse programa duraria apenas 6 meses.

Porém, devido ao agravamento da pandemia, alguns governos estaduais optaram por prorrogar o prazo.

Dessa forma, surgiram os programas de Renda Básica Emergencial.

Para entender um pouco mais sobre esse assunto e saber se você tem direito, basta seguir a leitura.

O que é o programa Renda Básica Emergencial?

Com o impacto da crise, houve a criação do programa como forma de auxiliar as pessoas.

Isso, devido ao isolamento social causado por conta da pandemia de Covid-19.

Dessa forma, houve a criação do programa de auxílio emergencial.

Ou seja, uma forma de minimizar o impacto causado na economia.

O plano inicial era que o programa duraria apenas seis meses.

Contudo, a pandemia se prolongou e houve ainda um agravamento no Brasil.


Além disso leia também:

Como conseguir implante dentário pelo SUS.

Assistir TV de graça no celular.


Dessa forma, alguns governos estaduais decidiram prorrogar o programa por mais tempo.

Publicidade - OTZAds

Daí surgiu a Renda Básica Emergencial.

A cidade de São Paulo foi uma das primeiras a implementar esse benefício.

Sendo assim, as primeiras parcelas começaram a ser pagas em Abril deste ano.

O valor do benefício varia de acordo com as condições econômicas do requerente.

Renda Básica Emergencial.
Renda Básica Emergencial.

Sendo o valor mínimo R$ 100,00 e o máximo R$ 200,00.

Por sua vez, o beneficiário recebe o valor de acordo com o número final do NIS.

Quem tem direito ao benefício?

O objetivo do programa Renda Básica Emergencial é complementar a renda.

Isso somente das pessoas que ficaram em uma situação difícil depois da pandemia.

Publicidade - OTZAds

Dessa forma, para ter acesso ao benefício foram definidos alguns critérios.

Primeiramente, é necessário que a pessoa seja cadastrada no Bolsa Família até setembro de 2020.

Ou seja, quem se cadastrou após essa data não tem direito ao benefício do governo.

Também podem participar os autônomos cadastrados no programa “Tô legal” da prefeitura de São Paulo.

Por fim, portadores de deficiência de qualquer idade também podem ser contemplados pelo benefício.

Porém, se a pessoa já recebe o benefício do INSS, não pode acumular os dois.

Dessa forma, para confirmar se você atende os requisitos há duas formas.

Você pode ligar no número 156 ou acessar o site de serviços municipais da cidade de São Paulo.